19 junho, 2012

Alanis é entrevistada por Jon Pareles



Alanis foi entrevistada hoje por Jon Pareles confira o vídeo e o resumo!





Jon começa brincando que o single está à venda mas o álbum sofreu um atraso e pergunta o por que e Alanis diz que atrasou por inúmeros motivos e um deles é porque ela queria que internacionalmente o álbum fosse recebido de forma respeitável pelas pessoas e não com algumas singelas diferenças e que uma vez que álbum cai na internet será espalhado mundialmente e ela não quer isso.
(Alanis é realmente contra este meio de comunicação)
Ela diz que Guardian é sobre o filho e que se ela não cuidasse da própria criança que há nela ela não seria capaz de cuidar do filho. Importante cuidar dela mesma e se fortalecer para cuidar do próximo ser. Ela diz que não estava cuidando dela mesma.
A música "Celebrity" fala sobre a vida egoísta dos artistas e como as pessoas almejam a fama sem saber o preço da sanidade e das coisas no mundo real.
Depois que as pessoas aceitaram Jagged Little Pill Alanis pode entender que poderia usar a fama num bom sentido mas também se proteger de tudo e que ela ainda se sente às vezes cansada daquela época mas desta vez é uma outra forma de cansaço.
Ela continua escrevendo músicas em 20 ou 30 minutos. Na época de Jagged Little Pill não teve problema em compor e sair pra uma turnê porque ela não tinha ninguém a quem precisasse de suas responsabilidades e que agora com se filho é diferente.
Cantar You Oughta Know por muitos anos nos palcos não cuidou de fato da situação e não ajudou isso a se resolver. A ferida ainda está aberta e brincando ela diz que toda noite ela ainda coloca um pouco de sal (humor da Alanis)
Alanis diz que relendo seu diário ela ainda gosta da Alanis de 19 anos, apesar do cabelo meio oleoso, brinca ela. Com 19 anos é natural ser mais reativo às coisas do que pensar e analisar e ponderar.
Alanis diz não ter problema em orientar as pessoas mas que não quer ser responsável por ninguém mas que música foi o que ela nasceu pra fazer.
Alanis começou compor "Havoc & Bright Lights" logo depois do parto quando não queria de forma alguma largar seu filho mas ao mesmo tempo sua vocação a chamava para compor. Chamou Guy Sigsworth que é para Alanis um grande artista com qualidades e uma pessoa carinhosa e esperta com quem ela se sente muito confortável.
A música "Spiral" fala sobre a liberdade dela expressar a vulnerabilidade e seus sentimentos sem medo ou interferências.
Escrever músicas é bem mais fácil do que escrever blogs e artigos. A responsabilidade é muita assim como a pressão. É muito difícil.
Ela ainda usa muita influência da musica Indiana, e instrumentos e harmonias.
Agora nunca mais Alanis vai pensar e se focar em uma única coisa e que agora tem família e marido e outras dimensões do ser para ser exploradas e se pensar a respeito.
Novas artistas como Adele, Lady Gaga, Taylor Swift se inspiraram em Alanis como ela diz que se inspirou em Tori Amos, Sinead O´Connor e que ela precisa afastar um pouco o ego dela sobre essa idéia mas acha legal a forma de como as mulheres estão se expressando.
Ela acha que nasceu para destilar complicados assuntos da vida.
Alanis faz parte de uma organização em que mostra para as pessoas que a relação entre as pessoas é que faz o que mundo é hoje e o que será no futuro.
Escrever músicas não é um processo de cura e sim de alívio momentâneo mas isso nunca servirá para curar uma situação.
Alanis vai tocar 3 ou 4 músicas do novo álbum nesta turnê e outras dos 17 anos atrás.
Alanis adora relacionamentos de longa duração e que as relações precisam ter consistência, caso contrário, caso não haja conexão ela não tem problema em largar a pessoa que não esteja preparada para encarar os desafios de uma longa relação e a intensidade como isso é e deve ser construído.
Os artistas de hoje se importam com prêmios e fama e quantas crianças eles têm e estar na mídia mas mesmo neste período da  vida Alanis ainda não vê prêmios como competição. Ela foca muito com o fato de ser consistente com ela mesma.
Compor uma música para filme é muito mais fácil como aconteceu com Crônicas de Narnia (Wunderkind) e Cidade dos Anjos (Uninvited) onde simplesmente Alanis se coloca no lugar da pessoa, no caso Meg Ryan, e pensa como seria amar alguém com quem não se pode estar junto e que as histórias já estão lá e é como se tivesse férias dela mesma.
Alanis diz que tem o discernimento de escolher as pessoas com quem quer se relacionar e mesmo assim ela ainda se "queima" com as atitudes de algumas pessoas mas aprende com isso mas é muito mais seletiva.
Drogas químicas são legais, podem ser legais mas para Alanis seus vícios são trabalho, amor, musica, relacionamentos.
Quando Alanis estava vivendo a época do Jagged Little Pill e tinham pessoas cercando o hotel, os corredores do quarto, carro, puxando cabelo ela se sentiu assustada e se aquilo fosse continuar ela não queria mais viver aquilo tudo mas ninguém avisou que tudo isso um dia cessaria e ela poderia viver em paz e agora parece ter conseguido um pouco deste momento de paz e afastamento para não ter mais crises de pânico ou coisas assim.
Alanis diz que quando tinha lá pelos seus 20 anos depois de uma apresentação em um programa de TV disseram que tinha uma mensagem especial para ela da Madonna e então ela disse: "Alanis, continue vendendo álbuns". Alanis estava em choque por um momento com a mensagem que não tinha nenhum apoio artístico e fica feliz ao dizer que mudou de gravadora.
Algumas perguntas dos convidados foram bem interessantes ressaltando a volta da Alanis depois da viagem pra India que a acalmou de tudo o que viveu com Jagged Little Pill e que isso foi importante para que não fosse sugada pelo ego que é cruelmente atacado neste mundo da fama.
Programas como American Idol, The Voice produzem muito mais fácil artistas mas se as pessoas não têm consistência e alguma coisa a mais que realmente as sustentem neste meio, elas podem produzir um álbum mas sair deste meio quase que imediatamente.

Fotos

 



 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 


Tradução:
Debora Commins


Fonte: 

Artigos Relacionados

1 comentários :

Alanis Always disse...

Obrigado pela Visita e Fique a Vontade para Opinar sempre!!
*Duvidas ou Sugestões, Idéias, Divulgações e Parcerias podem ser enviados para:
contato@alanisalways.com
*Não Insultar o Autor ou Leitores das postagens
*Não Pedir parceria por comentários
*Não Publicar Spam ou Similar
*Não use caixa alta (caps lock).
*Seja cordial. Não use palavrões, nem termos ofensivos.
*Não faça spam ou comentários fora do contexto do post.
*Agradecemos elogios, sugestões e críticas construtivas.
*Toda ajuda é bem vinda. Não critique apenas, ajude também

19 de junho de 2012 23:15

Postar um comentário