05 junho, 2012

Alanis escreve sobre a maternidade em um blog

Ontem, Alanis postou em seus principais sites um link sobre sua esperiencia como mão no blog Huffington, confira um resumo desse relato

Tenho que amar quando algo tem um significado. Especialmente quando o que te faz amar é uma conversa que vai além do social e psicológico. Jamie Lynn Grumet, a mãe que está na capa da revista TIME dando de mamar ao seu filho de 3 anos, é este ano a mais controversa foto e tema feitos. A mãe se tornou uma ativista social, advogada e heroína pela mídia...A capa simplesmente causou polêmica pelo mundo e todos estão agora falando sobre isso.

Obvio, a idéia de aleitamento materno mexeu com toda o povo do país. (E isso não diz que seja discutido em outros países) Causou reações e preocupações e ao mesmo tempo ativou o movimento em prol desta forte ligação entre mãe e filho.
Tem muita coisa sobre o assunto que pode ser bem explorada visando o benefício da relação. Seria muito difícil cobrir tudo o que está envolvido neste assunto em apenas um só artigo. Escrevo o artigo para dar luz e ressaltar os estágios de desenvolvimento da criança para a fase adulta e tudo o que envolve este tema.
No livro "Keeping The Love You Find" Harville Hendrix os dois primeiros estágios da vida da criança ligado a mãe e sua exploração do mundo.  Durante a fase que está conectado a mãe a dependência é apropriada. A velocidade com que precisamos estar prontos para atender aos pedidos e necessidades da criança é alta. Assim, através do toque ela aprende e sente o ambiente e se conecta, posteriormente se conectar com o próximo e com Deus e consigo. Neste estágio do desenvolvimento é importante que a criança saiba que precisa lidar com a vida sem temer a vida.
Na minha visão este ponto de ligação é o mais importante que vai ter consequencias positivas no futuro. Se a criança não tem esta ligação e segurança neste momento em que precisa se sentir seguro com a vida pode se sentir sozinho e largado pelo resto da vida e sem exageros.
O próximo estágio de desenvolvimento é chamado de exploração. Durante este período a criança vai explorar seu próprio mundo e aí começa o encontro contra os primeiros limites da vida e isso pode ser muito difícil se não assistido. Não saber lidar com as frustrações e desapontamentos que os pais devem ajudar durante o período de socialização.
A mistura delicada e precisa entre estes dois estágios vai providenciar para a criança um bem-estar e segurança para que possa navegar em diração a fase adulta conectado a outros seres-humanos.
E estar atento a tudo isso ão significa que estamos escolhendo o caminho para eles mas estamos apenas deixando-os mais seguros dos caminhos que eles mesmos vão trilhar.
A amamentação traz muitas coisas boas já comprovadas pela ciência como o toque com o bebê, nutricionalemnte muitas proteínas e defesas pro organismo.
Temos que tomar cuidado para não fazermos do aleitamento materno uma competição entre as mães para ver quem amamenta seu filho por mais tempo mas sim ver individualmente quais são os benefícios para cada mãe e cada família envolvida nessa criação.
É impossível fazer um debate completo a respeito disso em apenas um só artigo. Muitas outras questões precisam estar envolvidas no assunto e inseridas no contexto sócio-econômico, a situação do casamento e cada família terá uma resposta diferente, uma visão diferente e um estilo de vida diferentes e etc.
Uma amiga me disse: "Alanis, não existe nada consistente e o amor não pode curar" E para simplificar todo este debate eu simplesmente digo que todas as mães não podem ser duras com elas mesmas pois estamos todas dispostas a amar nossos filhos. Devemos usar amor e sabedora para educá-los e toda esta discussão pode se tornar grandiosa mas não por um tempo muito longo e que saia do alcance da nossa capacidade de amar.

Tradução:
Debora Commins


Fonte:



Artigos Relacionados

1 comentários :

Alanis Always disse...

Obrigado pela Visita e Fique a Vontade para Opinar sempre!!
*Duvidas ou Sugestões, Idéias, Divulgações e Parcerias podem ser enviados para:
contato@alanisalways.com
*Não Insultar o Autor ou Leitores das postagens
*Não Pedir parceria por comentários
*Não Publicar Spam ou Similar
*Não use caixa alta (caps lock).
*Seja cordial. Não use palavrões, nem termos ofensivos.
*Não faça spam ou comentários fora do contexto do post.
*Agradecemos elogios, sugestões e críticas construtivas.
*Toda ajuda é bem vinda. Não critique apenas, ajude também

5 de junho de 2012 17:22

Postar um comentário