21 agosto, 2012

Alanis Morissette Está De Volta!

O site Gulfnews publicou uma entrevista com Alanis Morissette no ultimo dia 18 de Agosto (sexta-feira),  confira a entrevista traduzida na integra!

Alô Alanis, onde você está?

Estou em casa em Los Angeles
O que você vê?
Eu vejo a pia do meu marido. Estou no espaço dele.
Cada um tem uma pia?
Nós temos nossa própria pia. Mantém nosso casamento bem. Eu acho que espaço mantém a harmonia no casamento.
Como você acha que foi notada pelo público em geral em 2012?
Meu objetivo é estar focada. Movimentos dos anos 60 e 70 eram sociais e políticos sobre as coisas que aconteciam no Vietinam e os anos 80 foram realmente sobre entretenimento. Depois os anos 90 foi sobre mais o lado emocional e eu fui uma grande parte disto tudo. Os anos 2000 Foi sobre entretenimento novamente com a economia se movimentando muito e todos queriam um tempo disso tudo e agora eu vejo mais um momento psicológico, emocional, espiritual na música.
Eu li uma referência que fizeram a você sobre ser "a ex-brava mulher branca". Este título mexe com você?
Quando alguém diz que eu sou uma pessoa com raiva, isso na verdade é um elogio. Eu nunca fui direta com a raiva nas minhas relações e por isso é parte do que eu escrevo a respeito nas músicas porque eu tinha medo de expressar essa raiva como mulher. Eu pensava que fosse ser punida por isso. Raiva tem sido um grande negócio para mim como mulher. Como podemos expressar este sentimento sem sentir realmente a raiva, e nós não seremos mortas por isso. As mulheres Alfa foram queimadas e tiveram suas cabeças arrancadas.
Algumas de suas músicas tratam sobre a igualdade no casamento. Se, por exemplo, seu marido tivesse um lanchinho rápido mas não limpasse tudo depois você diria que é a vez dele limpar?
Eu definitivamente não faria isso para ele mas também acho bonita esta parte meio desligada dos homens. E eu não interpretaria como algo que fosse para me afrontar.
Talvez ele estivesse apenas muito ocupado.
Sim, provavelmente ele tinha que fazer algo mais importante ou tinha algo para resolver e foi fazer.
Também tem uma música no álbum chamada Celebrity, que diz: "Eu sou um macaco tatuado dançarino"
“I am a tattooed sexy dancing monkey.” Isso é sobre Paris Hilton?
Risos. Sem comentário. Mas você sabe, Eu acho que fama se tornou muito excitante para mim no final dos anos 90 porque eu pude realmente usar isso no final. Eu pude realmente usar para ajudar e servir as pessoas. Eu pude oferecer conforto e alegria e ser uma líder e pegar esta responsabilidade ao invés de ver como algo assustador. Fama se tornou uma exclente ferramenta. Mas eu ainda tenho ataques de pânico da época do Jagged Little Pill. Foi uma grande violação. Era como se a cada milisegundo eu tivesse que colocar uma nova barreira e dizer ão para as pessoas que estavam entrando no hotel ou no quarto do hotel e indo na minha mala e puxando meu cabelo e pulando no meu carro.
Quão entediada você está das pessoas dizerem que Ironic não é assim tão irônica.
Eu não diria entediada, eu diria interessada porque eu amo saber porque as coisas incomodam tanto as pessoas. As pessoas devem estar em desacordo com a idéia de serem estúpidas. Eu explico, é como se no trânsito você gritasse porque alguém te cortou mas logo depois você também dá uma fechada em outra pessoa.
Pre=Jagged Little Pill você fez tour om Vanilla Ice. Como foi?
Eu fui instruída a não olhar em seus olhos.
O que?
Eu nunca fiquei muito próxima a ele e então eu não apliquei nenhuma restrição. Eu acho que ele estava no meio de uma mutilação e isso é cansativo.
Você teve momentos de mutilação?
Teve um tempo durante o Jagged Little Pill onde eu acho que não sorri por 2 anos. Foi um modo de sobrevivência o qual me encontrava. Foi intenso, constante, crônico e super-estimulante e uma invasão de energia e física do espaço, literalmente.
Você ainda pratica
Iyengar Yoga?
Parte disso sim. Eu tenho aspiração pela integração geral das partes, então faço Hatha e Iyengar e às vezes Bikram com tudo mas também Ashtanga.
Blimey. O
Iyengar parece meio louco. Isto não envolve cintos e blocos?
É bonito. é provavelmente a melhor experiência que já tive.
 
Como é Madonna como chefe?
Foi uma dinâmica interessante. Foi como no sistema antigo onde era 80% gravadora e 20% artista. era menos chefe e mais uma pseudo-parceria mas não era de fato uma parceria porque se não seria ganhar-ganhar ou sem negócio, certo?
Eu suponho que ela não colocou as mãos no processo.
Nós nos encontramos algumas vezes e ela foi amável comigo.



Tradução:
Debora Commins
Fonte:

Artigos Relacionados

1 comentários :

Alanis Always disse...

Obrigado pela Visita e Fique a Vontade para Opinar sempre!!
*Duvidas ou Sugestões, Idéias, Divulgações e Parcerias podem ser enviados para:
contato@alanisalways.com
*Não Insultar o Autor ou Leitores das postagens
*Não Pedir parceria por comentários
*Não Publicar Spam ou Similar
*Não use caixa alta (caps lock).
*Seja cordial. Não use palavrões, nem termos ofensivos.
*Não faça spam ou comentários fora do contexto do post.
*Agradecemos elogios, sugestões e críticas construtivas.
*Toda ajuda é bem vinda. Não critique apenas, ajude também

21 de agosto de 2012 18:13

Postar um comentário